Especial: O fim do Sem Horas e a carência das novas bandas de rock em João Pessoa

Hoje a banda Sem Horas divulgou em seu facebook que encerrou suas atividades. O fim de qualquer banda da qualidade deles é uma lastima, pois possuíam um bom público, que lamentou bastante, com comentários saudosistas. Eles tinham quase 8 anos de atividades, rodaram festivais importantes em cidades cidades vizinhas, tiveram 3 EPs lançados e clipes. Com isso, venho aqui trazer algumas problemáticas que vejo na atual cena de musical da Paraíba. Onde estão as novas bandas? Qual é a dificuldade das novas bandas saírem da “garagem”? Porque a produção anda tão parada desta forma?

Como blog de música da cidade, que também divulga as bandas locais, recebemos tão pouco material delas, que muitas vezes podem até produzir, mas não sabem ao menos divulgar o seu trabalho. Digo, não cuidam atenciosamente da parte gráfica, não possuem fotos promocionais e ao menos fazem releases. Se compararmos a capital paraibana a outra bem próxima, como Natal, podemos notar esta realidade. Só neste mês de maio divulgamos quatro ótimas produções de repercussão não só aqui, mas de nível nacional, os novos trabalhos do Camarones Orquestra Guítarristica, Talma e Gadelha, Last Starfighters e Kung Fu Johnny.

Se por um lado temos ótimas bandas experimentais, regionalistas e instrumentais, que vivem tocando fora da cidade em metrópoles (como essas), por outro, hoje sofremos com as poucas bandas que propriamente possuem um foco direcional no básico rock. Antes a juventude tinha bandas como Cerva Grátis, Sem Horas, Nublado, Reis da Cocada Preta, uma geração de bandas que tocou bastante nos palcos do Aumenta e do Mundo durante está década 00, tinham repercussão na cidade, lançavam material, produziam clipes e vídeos.  O tempo passou, elas não resistiram à nova década, e hoje nos vemos numa carência de bandas como elas. Não estou dizendo aqui que o rock é praticamente inexistente na cidade, de forma alguma, estou apenas afirmando que as bandas de rock diminuíram, são poucas as novidades, e as antigas estão acabando aos poucos.

Sim, ainda temos as bandas mais experientes, como Madalena Moog e Zefirina Bomba,  também temos as novatas Johnny, Massive Mess, The Noysy, temos ainda o Rieg, e agora a recente Glue Trip. Porém, o que mais me preocupa no entanto é ver tão poucos jovens se reunindo para fazer a coisa acontecer, para produzir os seus próprios shows, para fazer as suas bandas ganharem destaque de forma organizada.

Cerva Grátis, Sem Horas, Nublado e Reis da Cocada Preta acabaram, mas fica a influência no trabalho feito por essas bandas. Novas bandas devem aparecer, estamos esperando por elas e o público da cidade também.

Aqui em baixo os últimos lançamentos da cidade:

Anúncios

2 respostas em “Especial: O fim do Sem Horas e a carência das novas bandas de rock em João Pessoa

  1. sou do RJ,e vi a cena rock de Jampa em 2003,quando Zefirina bomba sequer pensava em gravar uma demo. A cidade tem sim algumas boas bandas. O que falta é a dedicação de algumas delas e tb alguém que veja o talento delas,e que possa incentivar e dar a estrutura necessária. Zefirina Bomba, Nardonis, Scary Monsters, Musa junkie, Rotten Flies,Coemdores de Lixo e Old Men School são apenas algumas de que me lembro,mas existe muito por aí….

  2. Sugestão : que se faça a força ,unindo forças. Não é uma boa ter competição entre as bandas. Cada uma tem o seu público, sem desmerecer as outras bandas. Competir apenas faz uma cena se esfarelar. Unindo-se as bandas ,se pode ter idéias, compartilhar experiências, e chegar a um denominador comum entre as partes, a ponto de se conseguir uma estrutura a base de coletividade, o que ao meu ver, funciona perfeitamente, seja planejando custos para organizar um evento pequeno com uma ” vaquinha ” de cada um envolvido,seja determinando funções e se reunindo. Isso sim faz uma cena crescer. Veja o exemplo das bandas de Brasília nos anos 80, na Motown e na Sub Pop.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s