Especial: As bandas que você não pode perder no Lollapalooza Brasil (I)

Of Monsters and Men

Vencedores de um concurso nacional de bandas na Islândia, Of Monsters and Men, considerada uma das bandas-revelação dos últimos anos no cenário pop/folk, comparados a Arcade Fire e a Mumford and Sons, são donos de um debut de significativo sucesso, o My Head is an animal, de 2011. Esse disco domina o set list da banda,  que aportará no Brasil após vários shows na Europa e de uma turnê incessante em 2012.  O clima dos shows costuma ser de celebração, embora as músicas contenham grande teor de melancolia. O ponto alto promete ser “Little Talks“,  música de grande sucesso internacional e carro-chefe do primeiro album.

 

375731_10150964323337849_1428122153_n

Two Door Cinema Club

Segunda vez no Brasil, porém primeira em São Paulo, o trio irlandês, que já tocou em Porto Alegre, no Meca Festival, e no Rio de Janeiro, em 2011, trará para o Lollapalooza suas guitarras nervosas e contagiantes. Após uma turnê mundial de muito sucesso e do lançamento do Beacon, segundo disco, mais calmo e reflexivo que o primeiro,  Two Door Cinema Club chega ao País em clima de festa, donos de um set list que faz um apanhado excelente dos seus trabalhos, repleto de hits, e não deve desapontar ninguém. Especula-se que poucas almas continuarão as mesmas após “What You Know“, maior hino da banda :

Passion Pit

Banda americana de Massachusetts, dona de um eletropop vigoroso, tem dois albuns no currículo, Manners, de 2009, e Gossamer, de 2012, ambos bem recebidos pela crítica e pelo público. Michael Angelakos, vocalista, se esforça o tempo inteiro para transportar a energia dos discos para o palco, e aparenta chegar a seu limite a cada apresentação.Um dos nomes principais do primeiro dia do Lollapalooza, terão 1 hora e 15 minutos para descarregar seus vários hits, que prometem satisfazer os indies presentes.

Franz Ferdinand

Os escoceses da Franz Ferdinand , com quase 10 anos de carreira, já não precisam provar mais nada para ninguém. Com álbuns consistentes e shows enérgicos, arrastam milhares por onde vão. A banda vem trabalhando no quarto álbum desde 2012, e, assim, testando muitas de suas músicas novas, como “Animals and Trees” e “Evil Eye”. Logo, o risco dessas canções entrarem no set do Lolla é alto. No mais, não faltarão as já manjadas e adoradas “Take me Out“, “This Fire“, “Do you Want to” e “Ulysses“. Diante da importância da banda, aguarda-se um show bastante disputado, a ponto de provavelmente esvaziar o da promessa Alabama Shakes, que infelizmente será no mesmo horário.

The Killers

O que a banda norte-americana ( de Las Vegas) com mais cara de britânica do mundo, The Killers, possui de discos irregulares, tem de shows memoráveis. E, desde já, espera-se que o apresentado no palco principal do Lollapalloza, “Cidade Jardim”, figure dentre os melhores do festival e da carreira dos caras. O próprio Brandon Flowers, vocal e líder do grupo, declarou que carrega bastante expectativa para o show, por conta de ótimas lembranças do último deles em São Paulo, em 2009, na Chácara do Jockey, sob forte chuva e empolgação na mesma medida do público. Com um set list bastante equilibrado, o carisma e a energia incansável do vocalista, bem como o enorme número de fãs sedentos por vê-los, eis uma fórmula difícil de dar errado. Spaceman, Somebody Told Me, For Reasons Unknown, When you were Young provam isso.

 

Anúncios

Uma resposta em “Especial: As bandas que você não pode perder no Lollapalooza Brasil (I)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s