Lista: As 10 melhores músicas do Radiohead


Recentemente, a equipe deste blog decidiu fazer uma votação para eleger as melhores músicas de dez anos atrás e também as melhores músicas do The Strokes. Nesta semana, fizemos outra votação e escolhemos as dez músicas mais sensacionais do Radiohead.  As listas estão cada vez mais frequentes e sabemos que vocês as adoram!

Os tops do ano estão previstos para começar a sair agora em dezembro, então fiquem ligados!

Radiohead dispensa apresentações, mas a gente faz mesmo assim. Ela foi, sem dúvida, uma das bandas mais únicas que apareceram no final dos anos 80. Com uma legião de fãs em todo o mundo, o grupo se mostra como um dos mais inovadores do rock alternativo, influenciando tanto na forma musical quanto na criatividade comercial (ou anticomercial: a quebra do contrato com a gravadora EMI, venda de discos pelo preço que o cliente quisesse…).

Abaixo está nossa querida lista. Concorda? Discorda? Também queremos ouvir sua opinião e ver sua lista, mas já de antemão: não é nada fácil escolher só dez músicas.

10. Airbag

A música que abre o ótimo disco Ok Computer (1997), álbum do tempo em que o Radiohead ainda priorizava as composições com base nas guitarras, tem uma letra poética que fala sobre mudanças, sobre nascer de novo “In a fast german car… I’m amazed that I survived… An airbag saved my life”. A voz do Tom Yorke, os efeitos e os riffs de guitarras, tudo muito bem trabalhado de forma minuciosa e perfeccionista como todas as músicas do álbum. Vejam abaixo este vídeo de apresentação do grupo na época do lançamento do disco no programa do Jools Holland. Por Felipe Matheus.

9. Reckoner

Percussão, guitarra, e uma voz aguda e ao mesmo tempo, serena. Essa foi a combinação pra “Reckoner” se tornar uma música sensacional. Marcando bastante o estilo do In Rainbows, disco no qual a música foi lançada em 10 de outubro de 2007, o Radiohead apostou num clima mais experimental, que levou o álbum para o topo de todas as paradas. “Reckoner” com certeza é uma daquelas músicas que você escuta pra relaxar, esquecendo o mundo a sua volta e “cantando” junto com o Thom em cada trecho. Por Arthur Chagas.

8. Jigsaw Falling into Place

Essa é uma das músicas mais instigantes do brilhante In Rainbows. “Jigsaw Falling Into Place” é um romance às avessas: antes de toda a bebedeira, do coma alcoólico, de toda a diversão e toda a farra, as coisas até que faziam sentido; o amor à primeira vista existiu… e foi embora (será?). É sobre o momento de esperança de conhecer a pessoa certa num lugar nem um pouco ideal, onde a diversão e os ‘one night stands’ são o que vale. O quebra-cabeças se encaixa com esta faixa no top 10. Por Gi Ismael.

7. Bodysnatchers

“I do not… Understand… What it is… I’ve done wrong…”. Merecidamente  na sétima posição desta lista, a faixa “Bodynatches” foi a escolhida do grupo para ser o terceiro single do disco In Raibowns (2007), juntamente com a “House of Cards”. A música lembra os tempos do álbum Ok Computer, letra inspiradíssima do Thom Yorke, com guitarras arrebatadoras. Veja abaixo esta apresentação no “Live From The Basement”Por Felipe Matheus.

6. 2 + 2 = 5 (The Lukewarm)

O single do “Hail To The Thief” é baseado no famoso livro de George Owell “1984”, e parte do pressuposto da realidade do consenso: se todos acreditam em algo, este se torna verdade? 2 + 2 = 4 MESMO? Bem, sem entrar em conversas profundas aqui. A música vai se construindo a cada segundo, e quanto mais toca a faixa, mais a gente espera para a melhor parte. Então a ansiedade cresce e cresce até o momento de explosão aos 1:52. No final das contas a música é genial e, se você discorda, ouça novamente a bronca de Thom Yorke, gritando para você ‘you have not been paying attention!’Por Gi Ismael.

5. Karma Police

“Karma Police” foi o segundo single do álbum Ok Computer (1997). A faixa é com certeza uma das mais bem sucedidas comercialmente do Radiohead ao lado de “Creep” (faixa do álbum Plabo Honey)“Karma Police” tem acompanhamento de violão, uma ótima letra e um riff pegajoso de piano. Também uma das faixas que mais se destacam nos shows do grupo. Assista abaixo o vídeo do histórico show do Radiohead no Rio de Janeiro no projeto “Rain Down”, uma colaboração entre fãs para a criação de um DVD do show. Por Felipe Matheus.

4. Idioteque

Idioteque não foi feita com pretensões de ser pop, e talvez seja isso que a torne tão genial. Um ritmo forte e empolgante, algumas boas pitadas eletrônicas e a voz inconfundível do Thom Yorke fazem dela uma das melhores músicas do Radiohead de todos os tempos. As repetições da batida, dos efeitos da guitarra e da voz extremamente aguda incomodam? Nem um pouco. Afinal, é nela onde estão os elementos que o Radiohead sabe utilizar melhor. Por Cairé Andrade

3. Just

Variando entre a calmaria e o turbilhão, assim como o mar, Radiohead é leve e passa através de tudo. Levando consigo e ao mesmo tempo suave, a voz de Yorke é revelada cada vez mais bem trabalhada. Vale a pena prestar atenção no refrão e em todos diferentes riffs de guitarra da música. Por Ravi Freitas.

2. Exit Music (For a Film)

Provavelmente uma das músicas mais bonitas do Radiohead. Pela letra, melodia ou simplesmente pela voz estonteante do Thom que nos faz sair da cadeira sem precisar se mexer. Essa é a “Exit Music (For a Film)”, que pra quem não sabe foi feita para Romeu e Julieta de Shakeaspeare no ano de 1996, e no ano seguinte lançada no disco Ok Computer, um dos mais conhecidos da banda. Outra curiosidade é que ela foi inspirada em “Prelude No. 4 in E Minor” do querido Chopin e na B-side “After All” do grupo ELO (Eletric Light Orchestra). Agora que você assistiu a essa aula (Wikipédia) vá ouvir as músicas e tirar suas conclusões. Pra mim, é apenas mais uma obra prima do Radiohead. Por Arthur Chagas.

1. Paranoid Android

Talvez considerada a Bohemian Raphsody do Radiohead, “Paranoid Android” é uma música sem ritmo definido, variando do mais pesado ao mais leve, assim como toda a carreira da banda. Sua letra, baseada em partes nas histórias criadas por Douglas Adams, mais especificamente O Guia do Mochileiro das Galáxias, é um resumo de paranóias e delírios da banda. Sem dúvida a melhor música deles e a que mais os define. Por Ravi Freitas.

Menção Honrosa: National Anthem

Como sempre, ficam de fora da lista várias músicas consideradas importantes, então resolvemos criar pelo menos uma menção honrosa. Escolhemos a faixa “National Anthem”, do disco Kid A (2000). Ela possui um riff de contra-baixo nervoso, que gruda na cabeça por dias, guitarras eletrizantes e uma letra mantra repetitivamente deliciosa de se ouvir. Certamente, uma das melhores músicas em apresentações ao vivo do Radiohead. Confira “National Anthem” no show do grupo no Reading Festival de 2009. Por Felipe Matheus.

Anúncios

3 respostas em “Lista: As 10 melhores músicas do Radiohead

  1. Pingback: Lista: 10 b-sides dos Arctic Monkeys que mereciam entrar em qualquer álbum | Atividade FM

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s