Entrevista: Bruno Alves e Magno Fontolan, Red Butcher

Red Butcher em gravação. Foto do Rafael Passos.

Neste final de semana, entrevistei o Bruno Alves e o Magnon Fontolan, em sequência baixista e baterista, que fazem parte do trio instrumento de rock nervoso do Red Butcher, junto com o guitarrista Neto Londres. O grupo está atualmente mixando seu primeiro EP, gravado no Estúdio Mutuca, em João Pessoa. Nesta entrevista, questionei mais informações sobre este primeiro registro da banda, sobre sua formação e suas influências. Confira tudo logo a seguir:

Por que a escolha do nome “Red Butcher”?

Bruno: Quando Magno e Neto resolveram nomear o duo deles chamaram de Redasroll. Era um nome meio de zoação e o som tinha outra pegada. Os caras me chamaram para tocar contrabaixo e a partir daí o som já começou a mudar (obviamente). Fomos adicionando mais influências e mais elementos então foi inevitável a ideia de mudar o nome. O nome vem de um serial killer russo chamado Andrei Chikatilo. Ele tinha dois apelidos: The red ripper e the Butcher of Rostov. Então nós juntamos os apelidos dele em um só. A relação entre o nome e o som vem da proposta de som pesado e psicodélico, já que Chikatilo era bem violento e paranoico.


Como foi o processo de encontro e formação da banda?

Magno: Rapaz, foi bem “inusitado, Neto, era meu amigo de pré-adolescência/infância, a gente terminou o colégio sempre indo na casa dele e passava a tarde toda escutando musica, e ele já aprendendo a tocar guitarra, mas eu ainda só engatinhava na bateria. Dai passou-se uns 4 anos sem a gente ter contato, um belo dia adicionei ele numa desses mídias sociais virtuais, e comecei  a trocar ideia com ele, ai um belo dia marcamos de ensaiar os dois, ele tinha dois riffs, fizemos as duas primeiras musicas do Redasroll, e daí pra frente continuamos a criar, fizemos até show com a banda, mas depois sentimos falta de algo já que o equipamento de neto não permitia tocar sem baixo ao vivo, daí Bruno apareceu e chamamos ele pra tocar, nasceu o Red Butcher.

Olhei um dia no perfil do facebook de vocês algumas fotos da gravação EP. Como anda a gravação? Foi finalizada?

Bruno: Nós concluímos a parte de captação. Ainda está faltando a mixagem.

O EP possui nome?

Magno: Humm ainda não, mas creio ser S/T(self tittle) se não aparecer um nome muito bom, um nome meia boca é melhor deixar pra lá.

O que vocês esperam depois do lançamento do EP?

Bruno: Tocar bastante. Quando se tem um primeiro trabalho gravado é um momento crucial para qualquer banda. A ideia é divulgar o máximo que puder e assim passar a sua mensagem para o máximo de pessoas.

O EP tem quantas faixas? Há alguma preferida para vocês?

Bruno: São 4 faixas. Eu acho que cada um tem a sua favorita. Eu gosto muito de uma chamada “O-doom”.

Antes mesmo de lançar possuir material gravado o Red Butcher tocou em vários shows na cidade João Pessoa e até fora dela. Acredito que a maioria do público vai sem conhecer as músicas para os shows. Como é essa experiência para vocês?

Magno: Rapaz, tem sido ótimo; normalmente quando perguntam no local do show, seja aonde for – “há qual o estilo de vocês?”… A gente fala “Jimi Hendrix + Black Sabbath”. Dai o show se desenrola, as pessoas assistem e finalmente no contato pós-show o dialogo é: “e ai pessoal? Gostaram?”… As pessoas: “vocês mentiram, não é só aquela “formulazinha” que falaram não! É muito mais!”, sendo assim, acho que elogio melhor que esse não há. Em suma são boas as opiniões.

Como se deu o processo de composição e criação das músicas presentes neste novo EP?

Bruno: Esse trabalho representa a sonoridade que obtivemos na transição entre Redasroll e Redbutcher. É algo mais espontâneo e sincero. Algumas músicas foram feitas por Neto e Magno, eu só adicionei o grave. Já tem outra música que eu cheguei com uma ideia e os caras somaram com as ideias deles.

Quais são as principais influências do grupo?

Black Sabbath, Pink Floyd, Electric Wizard, WeedEater, uma ruma de bluzeiros (risos), Colour Haze, musica instrumental, Baden Powell, Dommmmm, muito Doooommm, Stoned Jesus, e por ai vai.

Vocês gostariam de indicar algumas bandas para os leitores do site?

Bruno: Son of a Witch, Monster Coyote, Madrecita e Necronomicon.

Magno: O Mito da Caverna, Red Boots, Tesla Orquestra. Internacional eu recomendo muito o Jecano, banda inglês é brilhante.

Quer saber mais e escutar demos do Red Butcher? Segue os links do grupo:

Facebook / Toque no Brasil

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s